Geraldo Kuster

Apaixonado por Tecnologia – Embaixador Fedora – Lider Regional Ubuntu

Fim do Software Livre Brasil Será? Porque? —

        Nas ultimas semanas se fala muito da noticia que o governo vai voltar atrás da sua politica de uso do software livre será que a culpa não é do software livre mesmo?

        Particularmente acho que a culpa do software livre ter um crescimento tão a quem do que seria bom e de todos nos IMHO, explico a comunidade em vez de focar em versões originais como Debian, Slackware e Redhat que se não me falhe a memorias foram as primeiras, me corrijam os mais sábios no assunto.

        As comunidade preferiram cada um criar a distribuição que mais lhe agrada criando diversas distros e diversos seguidores (não que isso seja errado pelo contrario essa e a beleza do SL) mais que de certa forma se esqueceram de focam no interesse de fortalecer o uso do Linux e muitas vezes prejudicavam criando conflitos entre distros Slackware x Ubuntu x Fedora x Suse, etc.

        O Ubuntu em particular errou em ter permitido o “corporativismo” se posso chamar assim pois permitiu a entrada de códigos de rastreio em suas distros segundo alguns padrões utilizados pelas empresas privadas para achar conteúdos para seus usuário como  Google o faz.

        Não quero defender aqui nenhuma distro especifica, mais ao criticar o Ubuntu como fizeram massivamente algumas comunidades nos últimos 2 anos inclusive o tirando do FLISOL, reduziu pelo menos na minha perspectiva o acesso ao Linux para leigos de carteirinha que é o foco desta distribuição, estou tirando por experiencia própria que apesar de ser pouca me fez notar pois alguns clientes que consegui adaptar ao Ubuntu, quando tentei implantar novas distros voltaram para o Windows.

        Não quero aqui defender o corporativismo da Microsoft que com seu Windows 10 praticamente “de graça” devo colocar mais aspas aqui? rsrs, para quem ja tinha o windows 7 conseguiu uma enchurrada de novos adeptos.

        Acho que a comunidade não deve perder o foco em SL acho que distros que usam códigos proprietários para facilitar a vida dos seus usuários não devem ser condenadas e sim apoiadas para que não precisem destas artimanhas, a culpa muitas vezes e do mercado por exemplo tenta pegar um notebook da Vaio e instalar o Redhat ou o Slackware e praticamente impossível sem usar ao menos um drive proprietário.

        Ainda temos o pensamento de alguns, se você quer usar Linux compre o hardware adequado, ótimo para quem pode, me lembro de um membro da comunidade do Ubuntu-Br que tinha condições de ter apenas um notebook se não me falhe a memoria um Acer tela de 14 quadrada daqueles primeiros notebooks que ate a tela tinha uma faixa preta no meio, mais era o que ele podia ter e o Ubuntu permitiu ele ter e fazer parte se não me falhe a memoria novamente do grupo de tradução, com um notebook que precisava de quase todos os drivers proprietários.

        A comunidade do Libre Office e criticada por muitos e ajudada por poucos , e só um exemplo porque o problema não se trata apenas das distribuições.

        Desculpem se alguém não concorda estou apenas dando minha opinião não quero agredir ninguém.

        Esclarecendo a matéria temos um video muito bom do DioLinux neste video vemos que o que está acontecendo e algo que sempre aconteceu nada e novidade só veio a tona for falta de informação das pessoas que não leem e nem vão atrás da verdade.

Abraço


Categorised as: Artigo



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *