Geraldo Kuster

Apaixonado por Tecnologia – Embaixador Fedora – Lider Regional Ubuntu

Web Designe Software Livre: uma combinação possível! —

Já me deparei inúmeras vezes com essa pergunta sempre que pensava em migrar minha estação de trabalho para o SO Linux “É Possível Trabalhar com Design Web no Linux?” Porque nos deparamos com essa pergun­ta? digo “nós” pois já vi vários relatos nos fóruns em que o usuário que trabalha com design tem dificuldades em suas migrações.

Então decidi buscar possibilidades, oportu­nidades e ferramentas para que eu pudesse tra­ balhar com o que gosto de fazer, utilizando o sistema operacional da minha preferência, então decidi separar os componentes que utilizamos para design web e compará­los com os disponí­veis para a plataforma livre e então pesar as di­ferenças e só assim identificar se é ou não possível trabalhar com Linux e Web Design.

O Que utilizamos para trabalhar com web de­sign:

Servidor: Apache ou IIS, no Linux só temos a opção do apache porém vejamos pelo lado do mercado, qual o mais utilizado pelos servidores de hospedagem segundo o site NetCraft vemos que o apache domina 41% dos servidores contra 29% dos servi­dores baseados em Microsoft.

Linguagem de Programação: PHP ou ASP, não teremos limitação neste aspecto, já que o Apa­che atualmente reconhece a linguagem ASP mesmo que não nativamente. Pessoalmente pre­firo trabalhar com o PHP, por considerá-­la uma linguagem mais flexível e estável.

Banco de Dados: MySQL e SQL Server, ambos são excelentes sistemas de banco de dados, po­ rém cada um em sua plataforma. Não que você não possa utilizar banco de dados MySQL no Windows ou SQL no Linux, apenas, se já esco­ lhemos o servidor Apache e a Linguagem PHP,uma combinação perfeita seria utilizamos o MySQL.

Softwares de Edição de Código Fonte: Exis­tem diversos, para todos os gostos tanto para Li­nux quanto para Windows, como o Eclipse, que existe para as duas plataformas ou o PHP Editor para Windows e o Bluefish para Linux. Então fica fácil escolher.

Edição Visual/Código: No Windows, dispomos de principalmente três aplicativos: Dreamworks,Fireworks e o Frontpage; no Linux temos uma deficiência em encontrar algo tão… diga­mos…”Bonitinho”. Mas temos alguns bons, como o KompoZer, antigo NVU, o OpenOffice e tam­bém o Bluefish.

Edição de Imagens: Temos programas de quali­dade comparável em ambos os sintemas. Em ambiente Windows temos Photoshop e Fi­reworks. Gimp, Inkscape, Krita e o Pixel (que não é gratuito, mas tem um preço bem convidati­vo; nada comparado a fortuna de um CS4) são encontrados tanto em versões para Windows ou Linux.

Enfim, na minha concepção, é apenas uma questão de cultura, utilizar Linux ou Windows pois, em ambos, encontramos uma variedade substancial de softwares para nos dar apoio a programação, editoração, design de página e também sistemas web.

Bem, espero ter ajudado a todos que ti­nham essa dúvida de como migrar totalmente para o Linux e tornar os seus sites e sistemas mais livres.

Matéria Publicada na Edição 25 de abril de 2011 da revista Espírito Livre


Categorised as: Artigo | Software Livre



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *